NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A exportação de bicicletas elétricas em Portugal registou os melhores resultados de sempre. Nos primeiros sete meses do ano, o setor faturou mais de 85 milhões de euros em vendas para o mercado externo, quase mais quatro milhões de euros que em todo o ano de 2020.

No mês de julho verificou-se um aumento de 137% no volume de exportações e foram ultrapassados os 85 milhões de euros. Este valor ultrapassa as exportações do ano passado (81,3 milhões de euros), que tinha sido o melhor de sempre.

 

A crescer todos os meses mais de 100%, a venda das bicicletas elétricas para o mercado externo está em exponencial crescimento. Recorde-se que Portugal é o país europeu que mais exporta bicicletas, com 2,7 milhões de unidades em 2020, ano em que as exportações desta indústria chegaram aos 424 milhões de euros, revela o ‘Jornal de Negócios’.

 

“A indústria nacional de bicicletas está a atravessar os seus melhores momentos e regista aumentos em todas as frentes para responder ao aumento da procura de veículos elétricos de duas rodas nos mercados nacional e internacional”, assinala Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, Ferragens, Mobiliário e Afins (Abimota), em declarações ao ‘Negócios’.

Partilhar