NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As vendas em e-commerce entre 26 de dezembro e 2 de janeiro registaram uma subida de 20% face ao período homólogo de 2020 e 218% comparando o mesmo período de há dois anos, revela uma análise do canal KuantoKusta que reflete o impacto claro da pandemia nos hábitos dos consumidores.

As lojas físicas estão impedidas de iniciar os já habituais primeiros saldos do início do ano até 10 de janeiro. Assim sendo, os portugueses aproveitam a oportunidade de poder utilizar o comércio eletrónico para aproveitar os descontos. Só no KuantoKusta as visitas subiram 30% e até as faixas etárias mais elevadas têm aderido ao online para compensar os seus hábitos de consumo que até então eram mais tradicionais.

 

“Os portugueses estão a contornar a ausência de saldos nas lojas com o recurso ao online, prática crescente desde o início da pandemia, e hoje com muito mais segurança até nos pagamentos eletrónicos, pelo que o consumo deve continuar a aumentar nos próximos dias”, conta Paulo Pimenta, CEO do KuantoKusta.


Os bens mais procurados são: Saúde e Beleza (+127%), Gastronomia e Vinhos (+105%), Animais de Estimação (+56%), Informática (+47%) e Casa e Decoração (+45%).

Partilhar