NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Os Açores registaram, em junho, um recorde de passageiros desembarcados em aeroportos nesse mês, com mais de 225 mil desembarques, segundo dados revelados hoje pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).

Os Açores registaram, em junho, um recorde de passageiros desembarcados em aeroportos nesse mês, com mais de 225 mil desembarques, segundo dados revelados hoje pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).

 

"Em junho de 2023 desembarcaram nos aeroportos dos Açores 225.693 passageiros, verificando-se uma variação positiva de 16,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior", adianta o SREA, numa publicação sobre transportes aéreos, divulgada hoje na sua página da Internet.

 

De acordo com os dados disponíveis na página do SREA, desde 1986, o número de desembarques por via aérea registado em junho é o mais elevado nesse mês, superando o valor de 2022 (193.754), que já tinha sido recorde.

 

Nos primeiros seis meses do ano, desembarcaram nos aeroportos do arquipélago 932.362 passageiros, mais 25,7% do que no período homólogo.

 

Em junho, o maior número de desembarques foi de passageiros provenientes de voos interilhas (98.825), que registou um crescimento de 17,4%, face ao mesmo mês em 2022.

 

Foi entre os passageiros de voos internacionais que se verificou a maior subida (33,9%), com um total de 35.195 desembarques.

 

Já os passageiros com origem noutras regiões do território nacional atingiram os 91.673, mais 10,1% do que no período homólogo.

 

Segundo o SREA, todas as ilhas do arquipélago apresentaram variações homólogas mensais positivas no desembarque de passageiros, em junho, tendo as mais elevadas sido registadas nas ilhas do Corvo (27,3%), Terceira (17,6%) e Faial (16,9%).

 

Olhando para os números do primeiro semestre do ano, São Miguel foi a ilha que registou maior crescimento homólogo (30,7%), seguindo-se São Jorge (29,7%) e Faial (28,9%).

 

Quanto ao número de passageiros embarcados, em junho, ascendeu aos 216.681, mais 15,6% do que no mesmo mês em 2022.

 

Os passageiros de voos nacionais cresceram 8,1%, os de voos interilhas 16,9% e os de voos internacionais 39,9%.

Partilhar