NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Um total de 25 mil euros foram atribuídos a três startups no âmbito do programa levado a cabo pela Startup Portugal. Ethiack, Jupiter App e Actif foram as vencedoras. Saiba o que fazem.

Uma plataforma de cibersegurança (Ethiack), o combate ao sedentarismo entre os idosos (Actif) e um robot contabilista (Jupiter App) foram as soluções vencedoras do programa Road 2 Web Summit 2023, promovida pela Startup Portugal, com o apoio da Galp. Ao todo foram distribuídos 25 mil euros em prémios.

 

“O Road 2 Web Summit é um dos maiores programas da Startup Portugal, que já ajudou mais de 800 startups em Portugal, mostrando-se indispensável ao desenvolvimento do ecossistema nacional de empreendedorismo. Nas últimas semanas temos vindo a apoiar as 115 startups a prepararem-se para esta conferência e é muito gratificante perceber a evolução da qualidade dos seus projetos”, diz António Dias Martins, diretor executivo da Startup Portugal.

 

“Estamos entusiasmados para continuar o acompanhamento da evolução dos projetos deste ano, especialmente os vencedores, como o caso da Musiversal que, no ano passado, arrecadou o prémio de startup mais promissora, e hoje já levantaram cerca de 1,4 milhões de euros em investimentos, continuando a projetar os seu negócios à escala global”, continua.

 

A Ethiack — plataforma SaaS de cibersegurança que ajuda as equipas de engenharia a realizar testes de segurança através de hacking ético autónomo, para as tecnológicas otimizem recursos e previnam ciberataques — foi considerada a startup mais promissora, tendo recebido um cheque de 15.000 euros.

 

A Jupiter App — aplicação de automatização fiscal para freelancers que, através de um robot contabilista prevê, calcula e submete impostos, entre outros serviços — foi considerada a startup com melhor desempenho no bootcamp de Lisboa e Porto e durante a Web Summit, tendo recebido um prémio de 5 mil euros.

 

Já a Actif — plataforma dedicada a atividades física e cognitivas para combater o sedentarismo entre os idoso e promover um envelhecimento mais saudável — foi considerada a startup que mais contribui para o impacto e inclusão social, tendo recebido um prémio de cinco mil euros.

 

Em ECO

Partilhar