NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Startup de soluções de inteligência artificial para o retalho fechou ronda de 1,5 milhões, liderada pela Portugal Ventures e o fundo Nos 5G. Bright Pixel e WiseNext completam o leque de investidores.

A Reckon.ai, uma startup portuense que desenvolve soluções de inteligência artificial e visão computacional aplicadas ao retalho, completou uma ronda de capital semente (seed) de 1,5 milhões de euros, liderada pelo fundo NOS 5G e a Portugal Ventures. Bright Pixel e WiseNext são os outros dois investidores.

 

Este é também o primeiro investimento do fundo criado pela operadora de telecomunicações portuguesa, que dispõe de um capital inicial de dez milhões. O dinheiro será aplicado, num horizonte estimado de cinco anos, em empresas que desenvolvem soluções inovadoras ligadas à nova tecnologia móvel. O que abrange desde a infraestrutura de rede até aos produtos ou serviços para clientes, privilegiando projetos tecnológicos nas primeiras fases de desenvolvimento.

 

A Reckon.ai foi fundada em 2017 por Ana Pinto (CEO) e Paulo Ribeiro (CTO), tendo por base a tecnologia de visão por computador. Começou por oferecer uma plataforma de análise de preços para ajudar as cadeias de retalho a definir estratégias de pricing e apostou depois na automatização do processo de compra pelos consumidores.

 

Neste momento está a desenvolver a solução “BuyBye”, que utiliza a visão computacional, algoritmos de inteligência artificial e sensores para materializar o conceito grab-and-go, em que o cliente pode apanhar nas prateleiras os produtos pretendidos e sair sem necessidade de fazer o scan do preço ou passar numa caixa. O pagamento é feito automaticamente no smartphone.

 

“O fecho desta ronda seed permite que a Reckon entre numa nova fase de crescimento. Acreditamos que o conjunto de investidores que reunimos nos ajudarão a acelerar o negócio de uma forma muito rápida, chegando a mercados prioritários na nossa estratégia, onde existe maior adoção deste tipo de tecnologias”, afirma Ana Pinto, CEO e co-fundadora da Reckon.ai, num comunicado divulgado pela Nos.

 

Jorge Graça, CTO da Nos, salienta que “o investimento na Reckon.ai representa um marco histórico para o Fundo NOS 5G, o único em Portugal constituído para apoiar startups tecnológicas a retirar o máximo partido das potencialidades da quinta geração de comunicações móveis. Estamos muito entusiasmados por apoiar a Reckon.ai a desenvolver as suas soluções altamente inovadoras, as quais sabemos que vão beneficiar tremendamente da introdução do 5G”.

 

O fundo, constituído no final de 2019, é gerido pela Armilar Venture Partners. No final de julho, Duarte Mineiro, responsável pela gestora, afirmou ao ECO que os primeiros investimentos estariam fechados até ao final de setembro. Além da Reckon.ai, a Armilar manteve conversações com a KIT-AR, a empresa vencedora do Acelerador 5G, um programa de inovação colaborativa desenvolvido pela Nos e a Amazon Web Services.

Partilhar