NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Portugal Real Estate Summit 2021 vai reunir a comunidade de investimento imobiliário nacional e internacional nos próximos dias 29 e 30 de Setembro para estabelecer um mapa para a recuperação económica da Ibéria, propondo um olhar atento sobre os mais diversos sectores do imobiliário.

Dominique Moerenhout, CEO da EPRA, dá o pontapé de saída para esta nova edição, levando ao palco uma visão do mercado europeu depois da crise pandémica. A EPRA – European Public Real Estate Association é a associação que reune a indústria de REITs na Europa. De acordo com os dados desta associação referentes ao 2º trimestre de 2021, o valor total do imobiliário cotado nos mercados europeus mais desenvolvidos totaliza 598 mil milhões de dólares, sendo liderado pela Alemanha (USD 144 mil milhões), Reino Unido (USD 104 mil milhões) e Suécia (USD 103 mil milhões). Portugal é um dos países integrados nesta lista dos mercados mais desenvolvidos, embora apresente ainda uma dimensão reduzida, contabilizando, de acordo com os dados da EPRA, duas entidades listadas e um valor cotado inferior a USD 100 milhões.

 

O primeiro dia prossegue com a perspectiva do mercado português, partindo da visão económica, a cargo de Ana Paula Serra, Administradora do Banco de Portugal, e José Brandão de Brito, Chief Economist do Millennium bcp.  A visão do mercado imobiliário será apresentada pelos directores das consultoras Cushman & Wakefield, CBRE e Savills, seguindo-se um painel de debate sobre investimento em que participarão representantes da Nuveen, CBRE Global Investors, Merlin Properties, Square Asset Managemente e GNB RE.

 

Mercado turístico

 

O primeiro dia termina com um painel exclusivamente dedicado ao mercado turístico, com a intervenção do Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, para traçar algumas tendências e caminhos de futuro para este sector especialmente afetado pela pandemia. A abordagem dos investidores e operadores ao imobiliário turístico vai estar também em evidência, com a mesa de debate que encerra os trabalhos do dia inaugural do evento a contar com as participações da Explorer Investments, da Norfin e da Azora, além da AHP e da Broadway Malyan.

 

2.º Dia: Debate sobre 5 temas distintos

 

O segundo dia de trabalhos assume um formato distinto, com a realização paralela de reuniões de grupo onde o objectivo é analisar as principais oportunidades de investimento em Portugal.

 

O programa prevê cinco sessões com temas distintos, que se repetirão durante a manhã para permitir aos participantes assistir a uma maior diversidade de reuniões. Os temas jurídicos e legais motivam as sessões dinamizadas pela Abreu Advogados e pela Morais Leitão Advogados. A cargo da CBRE vai estar a sessão relativa à construção de raiz para arrendamento e o acesso à habitação, enquanto a Savills irá apresentar as oportunidades na área de escritórios, sem esquecer os actuais novos modelos de trabalho e o teletrabalho. Já a Cushman & Wakefield vai abordar o mercado de retalho e a logística last-mille. A primeira ronda de discussões decorrerá entre 09h30 e as 10h30, seguindo-se um segundo bloco entre as 10h40 e as 11h40.

 

Os trabalhos da edição de 2021 do Portugal Real Estate Summit encerram às 12h45 com as principais conclusões do evento, estando em agenda ainda a sessão de fecho da edição 2021 com a presença de um representante do Governo português.

 

O Portugal Real Estate Summit é organizado pela plataforma Iberian Property. Da Europa, além de Portugal e Espanha, estarão representados no evento players da Bélgica, Reino Unido, Alemanha, Países Baixos, Suíça, França e Itália. De outros continentes, estão já alinhadas as presenças de operadores dos Estados Unidos, Canadá e Brasil.

Partilhar