NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O presidente executivo da EDP, António Mexia, está na corrida pelo título de melhor CEO do mundo nos prémios S&P Global Platts, na categoria de energia.

O português junta-se a um lote restrito de 12 líderes empresariais mundiais. A S&P justifica esta nomeação pela forte aposta por parte da EDP nas energias renováveis, sublinhando que só aconteceu após a entrada de Mexia no grupo, em 2006.

 

Os vencedores da edição deste ano serão conhecidos numa cerimónia que vai decorrer a 12 de Dezembro, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

 

A EDP, recorde-se, faz parte das 87 empresas que assinaram o Business Ambition for 1,5ºC – Our Only Future, um desafio das Nações Unidas, que por objectivo reduzir as emissões de gases e garantir que o aquecimento global não excede os 1,5ºC.

 

Além disso, a energética comprometeu-se a produzir 90% da energia através de fontes renováveis, bem como a instalar quatro milhões de painéis solares descentralizados.

Partilhar