NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O ano de 2021 ficou marcado por ser o segundo ano da pandemia, mas também por se ter registado uma forte valorização da habitação, registando-se um crescimento de 12,2% nos preços das casas em Portugal (Continental).

Os dados do Índice de Preços Residenciais da Confidencial Imobiliário apurado para dezembro revelam ainda que este é um dos “aumentos anuais mais robustos do mercado desde 2007, igualando 2017 e sendo apenas superado pela valorização de mais de 15,0% observada quer em 2018 quer em 2019”.

 

Desde o início da pandemia, em março de 2020, registou-se um aumento de preços cumulativo de 13,7%, sendo que grande parte deste aumento de valor se registou no ano de 2021.

 

O relatório compara ainda a crise pandémica com a crise anterior quando que o país esteve sob intervenção da Troika, entre maio de 2011 e maio de 2014, quando a habitação acumulou uma desvalorização de 7,4%.

 

Assim, no final de 2021, o preço médio de venda das casas em Portugal atingiu os 1.822 euros/m2, praticando-se um valor médio de 2.826 euros/m2 na habitação nova e de €1.731 euros/m2 na habitação usada.

Partilhar