NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Espera-se que o Buffalo Plains esteja plenamente operacional em dezembro de 2024 e, uma vez concluído, será o maior parque eólico terrestre construído no Canadá.

A Copenhagen Infrastructure Partners (CIP), através do seu fundo Copenhagen Infrastructure IV (CI IV), iniciou a construção do Buffalo Plains, um parque eólico de 495 MW composto por 83 turbinas Siemens-Gamesa localizado no condado de Vulcan, Alberta.

 

A CIP adquiriu o Buffalo Plains em 2022 da ABO Wind. Durante a construção, o projeto criará aproximadamente 250 empregos em tempo integral e, uma vez em funcionamento, produzirá energia limpa suficiente para abastecer mais de 240.000 residências, trazendo benefícios econômicos e ambientais significativos para a província de Alberta.

 

A Borea, uma empresa canadense especializada em construção de energia renovável, será responsável pela construção do projeto. A Amazon, a empresa tecnológica sediada em Seattle (Washington), assinou um acordo de compra de energia para adquirir 415 MW de produção do Buffalo Plains.

 

“Estamos satisfeitos em anunciar o início da construção do projeto eólico Buffalo Plains, um passo importante na expansão de nossa carteira dos melhores projetos de energia renovável em sua classe na América do Norte”, declarou Tim Evans, sócio e responsável da CIP para a América do Norte. “Este projeto de alto nível demonstra a capacidade única da CIP de executar grandes projetos de infraestrutura que fornecerão empregos locais e energia eólica limpa e renovável por muitos anos.”

 

O Buffalo Plains é o segundo investimento bem-sucedido da CIP no Canadá, após seu investimento no Travers Solar, o maior projeto solar do Canadá, que foi concluído em 2022. O Buffalo Plains faz parte da carteira de mais de 29 GW de ativos de geração renovável – incluindo energia eólica marinha, energia eólica terrestre, energia solar fotovoltaica, armazenamento de baterias, hidroelétrica de armazenamento por bombeamento e transmissão – que a CIP tem em desenvolvimento, construção ou operação em toda a América do Norte. Nesse caso, a transação da CIP contou com o apoio da Norton Rose Fulbright e da FIH Partners.

 

Em ECO

Partilhar