NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A CH Consulting conquistou mais um projecto internacional, desta vez para o Governo do Paquistão, reforçando a sua presença na Ásia, onde já está em Laos.

O Governo do Paquistão celebrou um contrato de quase 440 mil euros com a consultora portuguesa para a definição e implementação da estratégia de comunicação para sensibilização e angariação de apoio para as comunidades afectadas pelas cheias.
 

Este projecto, ganho em consórcio com a Agência Monstros, empresa do universo Grupo CH, será desenvolvido para a organização governamental, Sindh Peoples Housing for Flood Affectees (SPHF), que foi criada para dar assistência a indivíduos e comunidades afetadas pelas inundações.

 

O projecto, com forte impacto social, terá a duração de dezoito meses, sendo financiado pelo Banco Mundial.

 

«O objectivo da contratação da CH Consulting / Monstros consiste em fornecer apoio estratégico de comunicação ao Sindh Flood Emergency Housing Reconstruction Project através da construção e divulgação de percepções positivas entre o povo do Paquistão e um público global mais alargado, fundamentais no papel de doadores, facilitando a geração de recursos adequados para que o projecto consiga concretizar a sua finalidade», afirma Carlos Adegas, partner responsável pela área Internacional da CH Consulting.

 

Em 2022, o Paquistão enfrentou chuvas de monções devastadoras de Junho a Setembro que tiveram um impacto grave em milhões de famílias em Sindh e no Baluchistão. As consequências foram terríveis: 33 milhões de pessoas foram deslocadas, 13 mil quilómetros de estradas foram destruídos e 2,2 milhões de casas foram danificadas. Além disso, 9,4 milhões de acres de plantações foram inundados e 1,2 milhão de animais morreram.

 

Os preços dos alimentos subiram devido às perturbações da cadeia, aumentando potencialmente a taxa de pobreza nacional, afetando aproximadamente 9 milhões de pessoas. A Avaliação das Necessidades Pós-Desastre estimou os danos totais em 14 mil milhões de euros. As necessidades de reabilitação e reconstrução foram calculadas em 15 mil milhões de euros, excluindo investimentos para reforçar a resiliência contra choques futuros.

 

Com este projecto, a consultora passa a ter 17 contratos internacionais activos, em simultâneo, em quatro continentes.

 

Em Hrportugal

Partilhar