NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Otovo anunciou que durante o seu primeiro ano de atividade em Portugal, atingiu as 1.000 instalações, entre projetos por subscrição mensal e a pronto pagamento, em todo o território nacional, sendo que 7 em cada 10 são por leasing.

“O principal objetivo para este ano de arranque da operação foi cumprido. Atingimos as 1000 vendas a uma velocidade acima do inicialmente previsto, num setor extremamente competitivo, e já estamos totalmente focados nas próximas metas. Até 2025 pretendemos multiplicar este número por dez”, afirma Manuel Pina, Diretor-Geral da Otovo em Portugal.

 

De acordo com a empresa, as instalações por subscrição garantiram, em média, cerca de 20 euros por mês de poupança imediata no custo de eletricidade de cada cliente, o que significa uma quantia a rondar os 5.000 euros após os 20 anos de contrato e aproximadamente 3,5 milhões de euros considerando total das instalações já efetuadas pela Otovo.

 

“A Otovo trouxe o modelo de subscrição pela primeira vez para Portugal e é exatamente este que nos permite cumprir a missão de democratizar o acesso à transição energética, porque é o único que garante às famílias a possibilidade de instalar um sistema de painéis fotovoltaicos em casa sem um investimento inicial, reduzindo imediatamente o custo mensal com a energia”, explica Manuel Pina.

 

Já no que respeita aos projetos a pronto pagamento, a empresa revela que os consumidores começam a ter retorno financeiro, em média, a partir de cinco anos após o investimento.

 

Em Executive Digest

Partilhar