NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Autoeuropa produziu um total de 192 mil automóveis em 2020, menos 24% face a 2019. Apesar desta queda, continuou a ser a maior exportadora nacional em 2020.

A Autoeuropa registou o seu terceiro melhor ano de sempre em 2020, apesar do “impacto significativo da pandemia”, tendo encerrado em 2020 um “um ciclo de crescimento no qual se afirmou novamente como a principal exportadora nacional”.

A companhia diz que o seu volume de negócios em 2020 equivaleu a 1,4% do PIB nacional, o que corresponde a mais de 2.800 milhões de euros de mais de 202 mil milhões de euros do PIB em 2020.

 

A empresa também destaca que o seu volume de negócios correspondeu a 4,7% do total de exportações, isto é, mais de 2.700 milhões de euros do total de 59 mil milhões de exportações de bens registadas em 2020.

 

“Mesmo com o impacto significativo da pandemia, 2020 foi o terceiro melhor ano de sempre da Volkswagen Autoeuropa, após o crescimento em 2018 e a consolidação em 2019”, segundo a fábrica portuguesa da Volkswagen em comunicado divulgado esta segunda-feira, 1 de março

 

A Autoeuropa produziu um total de 192 mil automóveis em 2020, menos 24% face a 2019 quando foram produzidas 254 mil viaturas.

 

A fábrica conta atualmente com 5.282 trabalhadores, dos quais 98% com vínculo permanente, segundo a empresa que aponta que isto representa mais 1.987 trabalhadores face a 2017 quando arrancou a produção do T-Roc.

 

O diretor-geral da Autoeuropa, Miguel Sanches, diz que inicia-se agora um novo ciclo num “clima de grande incerteza e vulnerabilidade global devido à pandemia, e num contexto de mudança da indústria automóvel no qual teremos que encontrar argumentos para nos posicionarmos de forma competitiva em relação à concentração de capacidade produtiva existente no centro da Europa e particularmente no norte de Espanha”, afirmando que a empresa vai continuar “sempre a procurar transformar desafios em oportunidades.”

 

Para este ano, o T-Roc vai continuar a dominar a produção em Palmela correspondendo a 95% do “volume planeado de encomendas”. A empresa diz que investiu 69 milhões de euros no aumento da capacidade de produção do T-Roc em 2020. “Além de outros investimentos nas áreas de inovação, ergonomia e ambiente, foi ainda implementado um novo armazém para flexibilizar as operações logísticas de peças metálicas”.

 

Em 2020, a Autoeuropa exportou também “cerca de 20 milhões de peças estampadas na sua área de prensas, tendo como destino 21 fábricas de 6 marcas do grupo Volkswagen. Adicionalmente, a unidade de negócio de Cunhos e Cortantes projetou, construiu e entregou 11 conjuntos de ferramentas de estampagem para alguns dos lançamentos mais importantes do grupo durante o ano”.

Partilhar