NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Em 2021, a Vista Alegre atingiu, em termos de volume de negócios acumulado, o valor de 117,4 milhões de euros, representando um aumento de 6,4% (mais 7,1 milhões de euros), face ao período homólogo.

Os produtos de marca, nomeadamente nos segmentos de porcelana e cristal da Vista Alegre e de faiança da Bordallo Pinheiro, foram os maiores catalisadores deste crescimento. Excluindo a hotelaria, o volume de negócios gerado pela venda dos produtos de marca, considerando o retalho físico e online, a nível nacional e internacional, cresceu 36,7% face a 2020 e 11% face a 2019 (pré-pandemia).

 

Destaque, a nível internacional, para os mercados de Espanha, Estados Unidos da América e Brasil, os maiores contribuidores para as vendas de produtos marca, com um crescimento de 69% face a 2020 e de 50% face a 2019 (pré-pandemia).

 

A Ria Stone, fábrica que produz para a Ikea, cresceu 14% face a 2020 e 10% acima do volume de vendas de 2019.

Analisando o quarto trimestre de 2021, a Vista Alegre teve um desempenho muito acima dos trimestres anteriores, tendo também registado um crescimento de 8,2% face a igual período de 2020.

 

Em particular, no mês de dezembro , as vendas atingiram o valor de 13,3 milhões de euros, representando um aumento de 17,2 % face dezembro de 2020.

 

Vendas online

As vendas online continuaram o comportamento que tinham alcançado em 2020 e cresceram cerca de 32,6% face ao período homólogo, representando já 7% das vendas de marca excluindo hotelaria. Este resultado reflete a aposta da Vista Alegre neste canal que, devido às medidas de confinamento e restrição de circulação dos consumidores, teve nos dois últimos anos uma forte expansão.

Partilhar