NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O gabinete de estudos económicos do Banco Fomento Angola (BFA) estima que a economia angolana registe uma recessão superior a 5%, salientando que sem o apoio dos bancos multilaterais o país entraria inevitavelmente em 'default'.

"As nossas próprias estimativas são mais pessimistas do que as do FMI, apontando para uma quebra possivelmente superior a 5% dos setores petrolífero e não petrolífero", lê-se na Nota Informativa sobre a terceira revisão do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao programa de assistência financeira a Angola.

 

Mais aqui


Partilhar