NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Com uma avaliação de quase 26,7 milhões de dólares, a Deloitte é considerada a marca de serviços comerciais mais valiosa do mundo, apesar de registar uma descida de 17,9% face ao ano passado. O ranking, elaborado pela Brand Finance, coloca a Visa em segundo lugar (26,5 milhões de dólares) e a Accenture na terceira posição (26 milhões de dólares).

O top 5 conta ainda com a American Express (perto de 23,6 milhões de dólares) e com a Pwc (22,2 milhões de dólares). Todas as marcas presentes nos primeiros lugares são norte-americanas e todas viram o seu valor decrescer ao longo do último ano, com excepção da Accenture que registou um aumento de 2,9%.

 

«Apesar de ser ver a braços com um ano desafiante, a Deloitte continua a apresentar a sua dominância no setor, chamando a si os títulos de marca mais valiosa e de marca mais forte», aponta Parul Soni, associate da Brand Finance. «A combinação do foco da Deloitte em pôr as pessoas em primeiro lugar e dos 175 anos de experiência faz com que seja uma marca líder global verdadeiramente resiliente».

 

No que às marcas de serviços comerciais mais fortes diz respeito, a Deloitte surge no topo mas os restantes lugares já não estão alinhados com o ranking das mais valiosas. A britânica EY conquistou o segundo lugar neste índice, seguida pela PayPal, Pwc e McKinsey.

 

No geral, a Brand Finance sublinha que a pandemia de Covid-19 veio restringir e atrasar a capacidade destas empresas monetizarem as respetivas marcas. Os confinamentos nos vários continentes também afetaram a implementação de vários projetos, com os consumidores a limitarem os seus gastos.

 

Ainda assim, os efeitos diretos da crise provocada pelo novo coronavírus apenas explicarão parte da quebra generalizada. Há que considerar também os níveis elevados de dívida dos governos e a incerteza em torno da capacidade de recuperação das economias.

Partilhar