NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A oferta da ChargeGuru foi “concebida para responder à crescente procura de serviços de carregamento de veículos elétricos com uma solução específica para garagens em prédios e condomínios multifamiliares e edifícios de escritórios”.

A plataforma de carregamento de veículos elétricos ChargeGuru reforçou a sua posição na Europa e em Portugal através da sua fusão com a Zeplug, um dos principais operadores europeus de infraestruturas de carregamento em edifícios residenciais e de escritórios.
 

Segundo as empresas, “a integração cria um dos maiores fornecedores de carregamento de veículos elétricos da UE, com uma oferta integral que cobre toda a cadeia de valor, desde a instalação até à gestão e manutenção”.

 

A oferta da ChargeGuru foi “concebida para responder à crescente procura de serviços de carregamento de veículos elétricos com uma solução específica para garagens em prédios e condomínios multifamiliares e edifícios de escritórios”.

 

“Trata-se de um modelo inovador, que inclui o financiamento da infraestrutura de carregamento, bem como um serviço de instalação e manutenção chave na mão, que já foi adotado por 15.000 edifícios na Europa”, destacou a empresa.

 

Marcus Torres, Diretor Geral da ChargeGuru em Portugal sublinhou que “a rápida evolução da transição energética exige uma resposta rápida. O objetivo da ChargeGuru ao propor esta oferta inovadora, possível devido à fusão com a Zeplug, que já demonstrou o seu valor no mercado francês, é emergir como o principal líder europeu em soluções de carregamento elétrico”.

“Ao abranger toda a cadeia de valor, temos a capacidade de facilitar significativamente a transição para a mobilidade elétrica em Portugal”, afirmou Marcus Torres.

 

Por sua vez, Gilles Gomis, cofundador da Zeplug e da ChargeGuru destacou que a fusão posiciona as empresas “solidamente como um verdadeiro líder europeu em mobilidade elétrica. Não temos dúvidas de que a complementaridade das nossas competências e experiência, em conjunto com o poder da nossa oferta inovadora para edifícios residenciais e de escritórios nos permitirá responder à crescente procura de infraestruturas de carregamento elétrico em toda a Europa”.

 

Em O Jornal Económico

Partilhar