NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O contrato tem um valor de cerca de 10,2 milhões de euros e será para um projeto de investigação com o objetivo de desenvolver e lançar novos produtos, especialmente direcionados para endereçar os desafios futuros perspetivados para a indústria automóvel.

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) assinou esta manhã, em Vila Real, um contrato de investimento com um consórcio liderado pela Continental Advanced Antenna Portugal, no valor de cerca de 10,2 milhões de euros. A parceria vai afetar diretamente 138 postos de trabalho, dos quais 29 novos postos de trabalho altamente qualificados, e, ainda, a criação de 34 novas bolsas de investigação.

 

O projeto de investigação e desenvolvimento tecnológico (I&DT) feito em colaboração entre empresas e várias universidades portuguesas, cofinanciado por fundos do Portugal 2020, está enquadrado nos domínios prioritários da estratégia de investigação e inovação para uma especialização inteligente (RIS3).

 

Luís Castro Henriques, presidente da AICEP refere, em comunicado, que “é importante destacar o primeiro projeto desta natureza e dimensão com a UTAD, além de outras Universidades e Institutos com que a AICEP trabalha recorrentemente no interior do país, que vem fomentar o talento nesta zona, o que permitirá criar um círculo virtuoso de investimento”.

 

A cerimónia de assinatura do contrato a celebrar com o Estado português, representado pela AICEP, contou com a participação do ministro de Estado da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, da administradora da AICEP responsável pela área de investimento e incentivos, Madalena Oliveira e Silva, e pelos altos representantes do consórcio.

 

O projeto ‘Continental AA”s Factory of the Future’ dá sequência aos objetivos de desenvolvimento e lançamento de novos produtos com funcionalidades inovadoras e customizadas, especialmente direcionadas para endereçar os desafios futuros perspetivados para a indústria automóvel em termos de condução conectada e autónoma.

 

O consórcio liderado pela Continental Advanced Antenna Portugal com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, da Universidade do Minho, e da Universidade do Porto, bem como do INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência, e das empresas Neoception, Follow Inspiration, e Up Motion, faz um investimento de, aproximadamente, 10,2 milhões de euros.

 

O projeto visa a criação de novo conhecimento técnico-científico de ponta nas áreas das tecnologias de digitalização e computação, cibersegurança, relação simbiótica homem-máquina e homem-fábrica, integrados com sistemas híbridos, com o objetivo de desenvolver novos produtos de alta intensidade e fiabilidade tecnológica, que, integrados, permitirão a criação da “Fábrica do Futuro”.

 

O consórcio espera “contribuir para o avanço na indústria e no meio técnico-científico, nacional e internacional, através da conceptualização, investigação e desenvolvimento de novas soluções tecnológicas que, após integração, deverão viabilizar o total abandono do chão de fábrica, criando um avançado e inteligente processo produtivo”.

Partilhar