NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O comércio de mercadorias nos países do G20 caiu no terceiro trimestre, com as exportações de bens a caírem 1,5% na UE, mas ainda mais na China (-6,1%).

O comércio de mercadorias nos países do G20 caiu no terceiro trimestre, com as importações a descerem 2,1% e as exportações 1,2% face ao segundo trimestre, num novo sinal de abrandamento económico, informou esta quinta-feira a OCDE.

No terceiro trimestre, as exportações de bens caíram 1,5% na União Europeia e mais de 2% na Alemanha e em França, devido à redução das exportações de maquinaria e equipamento de transporte, segundo um comunicado da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico).

 

A queda foi muito maior na China, que registou um declínio de 6,1% nas exportações e de 3,5% nas importações.

 

No Japão, as exportações caíram 0,7%, mas na Coreia do Sul aumentaram 1,2% graças à forte exportação de automóveis.

 

A nota positiva veio da América do Norte, graças principalmente a um impulso dos Estados Unidos, cujas exportações cresceram 4%, apoiadas pela força dos setores da energia e automóvel.

 

Por outro lado, o comércio de serviços no terceiro trimestre pouco se alterou, com as exportações a aumentarem 0,1% e as importações 0,2%.

 

No trimestre anterior, o aumento do comércio de serviços tinha sido de 1,1% e 1%, respetivamente, o que também aponta para um abrandamento deste indicador.

 

in Expresso

Partilhar