NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Foi proposta a criação de um Fundo de Fomento Empresarial (FFE) para atrair a poupança portuguesa. A associação que tem Gonçalo Sequeira Braga nos órgãos sociais vai levar também este projecto ao Ministério da Economia, ao AICEP e ao Banco Português de Fomento.

A Maxyield - Clube dos Pequenos Acionistas, reuniu-se com a Administração da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) com vista a debater questões que podem contribuir para a dinamização do mercado de capitais.

 

A associação que tem nos seus órgãos sociais, como presidente da direção, Carlos Rodrigues e como presidente da Assembleia Geral, Gonçalo Sequeira Braga, diz que na reunião foi proposta a criação de um Fundo de Fomento Empresarial (FFE) para atrair a poupança portuguesa.

 

“Tendo em conta a capacidade crescente de poupança observada em Portugal, a qual em parte significativa é aplicada em mercados externos, a Maxyield apresentou um projeto de criação de um Fundo de Fomento Empresarial (FFE) que visa atrair a poupança portuguesa para o financiamento de investimentos de-recapitalização das empresas; de internacionalização de negócios; bem como de inovação, competitividade e produtividade e de integração no mercado de capitais”, diz a Maxyield em comunicado.

 

Este projeto do FFE da Maxyield vai ser também apresentado ao Ministério da Economia, ao AICEP e ao Banco de Fomento.

A Maxyield refere também que apresentou ainda “diversas sugestões em matéria de  Corporate  Governance, Assembleias Gerais, avaliação do desempenho e composição dos Conselhos de Administração, participação dos Pequenos Acionistas na administração e fiscalização das sociedades cotadas, e a informação aos acionistas e ao mercado”.

 

A Maxyield explica que foi abordada também na reunião com a CMVM a problemática da dinamização do mercado de capitais  a qual , segundo a associação de pequenos acionistas ,está dependente da melhoria da informação empresarial prestada pelas empresas, do reforço da confiança dos investidores nas suas aplicações no mercado de capitais e do envolvimento das médias e grandes empresas familiares no recurso ao mercado de capitais para sustentar o seu desenvolvimento no mercado global.

 

A Maxyield é uma associação com quatro dezenas de associados. Tem tido uma participação ativa em dezenas de Assembleias Gerais, publica relatórios de análise do PSI-20 e das empresas cotadas e promove diversas iniciativas sobre o mercado de capitais.

 

A associação está a desenvolver esforços para se inscrever na CMVM como Associação de Defesa de Investidores.

“Neste momento a Maxyield está num processo de captação de novos associados, visando atingir o patamar mínimo de cem membros para inscrição na CMVM como Associação de Defesa de Investidores”, refere a organização.

Partilhar