NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Assumindo o controlo da insurtech germânica com aquisição de 70% do capital, a seguradora portuguesa quer reforçar a capacidade de inovação em produtos de poupança.

A Fidelidade chegou a acordo com os acionistas maioritários e com a equipa de gestão da Insurtech Prosperity Group AG para a compra de 70% do capital da empresa.

 

A transação, cujo montante não foi revelado, assegura o controlo de gestão por parte da Fidelidade bem como a manutenção da equipa de gestão executiva, “que reforça a sua posição acionista para 30%, num claro sinal de continuidade do projeto e de confiança no futuro da companhia,” explica um comunicado.

 

Para o CEO da Fidelidade, Rogério Campos Henriques: “A Fidelidade definiu como estratégia reforçar a sua oferta aos Clientes e famílias que procuram investir as suas poupanças a longo prazo. A Prosperity Group AG é uma empresa inovadora com mais de 98% dos seus clientes provenientes da Suíça e Alemanha, dois dos mercados europeus com o mais alto nível de sofisticação e maturidade nesta linha de negócio. Com esta aquisição, a Fidelidade procura reforçar as suas competências e expandir o seu negócio, melhorando a sua oferta em seguros de poupança e disponibilizando soluções mais flexíveis aos seus parceiros de negócio na distribuição”.

 

Reto Näscher, CEO da Insurtech Prosperity Group AG, destacou: ”Estamos muito satisfeitos por termos ganho, com a Fidelidade, um parceiro estratégico de vanguarda, reconhecido e tecnologicamente forte. Juntamente com a Fidelidade, podemos desenvolver e implementar de forma consistente a nossa estratégia de digitalização e crescimento e disponibilizar serviços ainda mais inovadores e mais abrangentes”.

 

A insurtech Prosperity AG, fundada em 2018, tem como principal atividade o desenvolvimento de produtos de poupança de longo prazo, “assentes em soluções tecnológicas inovadoras,” reforça o comunicado da companhia portuguesa.

 

Além da Suíça e Alemanha, onde tem a maioria dos seus clientes, estende operação à Áustria, Itália e Liechtenstein. “Com um total de 67 mil apólices e 145 milhões de euros de prémios brutos em 2020”, tem um volume de prémios globais potencial (expectável) de 4 mil milhões de euros nos próximos anos, acrescenta.

Partilhar