NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A AEP – Associação Empresarial de Portugal, em parceria com a AFIA – Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel, está, esta semana, na Alemanha, com 9 empresas da indústria de componentes para automóveis para participar na feira Global Automotive Components and Suppliers, que acontece em Estugarda, entre os dias 5 e 7 de dezembro.

Segundo dados da AFIA, o ano passado, o peso da indústria de componentes para automóveis na economia nacional traduziu-se nos seguintes números: 350 empresas (0,9 por cento das empresas da indústria transformadora), 63 mil empregos diretos (9,1 por cento do emprego da indústria transformadora), um volume de negócios de 13,0 mil milhões Euros (5,4 por cento do PIB), 10,8 mil milhões de Euros em exportações (14,0 por cento das exportações de bens transacionáveis) e um investimento de 5,6 mil milhões de Euros (16,6 por cento do investimento da indústria transformadora).

 

Entre 2015 e 2022, a indústria de componentes para automóveis cresceu a uma taxa de +5,8 por cento ao ano, o que compara com um decréscimo médio anual de -3,8 por cento da produção automóvel na Europa. Resumindo, 98 por cento dos modelos automóveis produzidos na Europa têm componentes feitos em Portugal.

 

A participação coletiva promovida pela AEP e a AFIA é composta por nove empresas.

 

A. HENRIQUES II

 

Componentes de borracha

FABOR

Produtos de borracha

FEHST COMPONENTES

Componentes e acessórios

FUNDINIO

Peças de fundição de aluminio

INCOMPOL

Componentes e acessórios

MAXIPLÁS

Processamento de termoplásticos de engenharia

MCG

Produtos de metal e de materiais compósitos

MOLDOESTE II, INDÚSTRIA DE PLASTICOS

Artigos de plástico

TRIM NW MOULDED PARTS AND NONWOVENS

 

Produtor de não-tecidos industriais, componentes para a mobilidade

 

A Global Automotive Components and Suppliers, que decorre em paralelo com a Automotive Interiors Expo – tem crescido em número de expositores e de visitantes e é uma das principais feiras de negócios da Europa para a indústria de componentes automóveis e onde está representada toda a cadeia de valor.

 

A Alemanha é uma das mais avançadas e desenvolvidas economias do mundo, altamente inovadora e voltada para a exportação. O ano passado, foi o terceiro cliente das exportações portuguesas de bens, com uma quota de 10,8 por cento, ocupando a segunda posição ao nível das importações (11,0 por cento). Atualmente é o segundo maior cliente da Indústria de Componentes Automóveis, com uma quota correspondente a 22,6  por cento.

Partilhar