NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A zona euro registou um excedente de comércio de bens com o resto do mundo de 4,8 mil milhões de euros, um valor que se compara com um excedente de 14 mil milhões de euros em agosto de 2020.

A primeira estimativa para o mês de agosto relativo às exportações de bens da zona euro para o resto do mundo apontam para 184,3 mil milhões de euros, um aumento de 18,2% quando comparado com o período homólogo de 2020, altura em que se contabilizaram 155,9 mil milhões de euros.

 

Quanto às importações, e de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo gabinete de estatísticas europeu, registou-se um aumento de 26,6% ou 23,6 mil milhões de euros para 179,5 mil milhões de euros em agosto de 2020. Feitas as contas, a zona euro registou um excedente de comércio de bens com o resto do mundo de 4,8 mil milhões de euros, um valor que se compara com um excedente de 14 mil milhões de euros em agosto de 2020.

 

Quanto ao comércio intra-euro, o excedente aumentou 155,5 mil milhões de euros em agosto de 2021, um aumento de 21,2% quando comparado com o mesmo período do ano passado.

 

No valor acumulado, entre janeiro a agosto de 2021, as exportações de bens da área do euro para o resto do mundo aumentaram para 1.563,0 milhões de euros, ou seja, um aumento de 15,2% em comparação com os primeiros nove meses de 2020. Por sua vez, as importações subiram para 1.436,2 milhões de euros (um aumento de 16,8% em comparação com janeiro a agosto de 2020).

 

Como resultado, a zona euro registou um excedente de 126,9 mil milhões de euros, em comparação com o excedente de 126,8 mil milhões de euros em janeiro-agosto de 2020. Já o comércio intra euro subiu para 1.388,4 milhões de euros durante os primeiro nove meses do ano, um aumento de 20,3% em comparação com o mesmo período de 2020.

Partilhar