NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Açores juntam-se à Madeira na lista "verde" de recomendações de viagens do Reino Unido. Já Portugal continental está na lista "âmbar".

Os Açores vão entrar na “lista verde” de viagens do Reino Unido, a partir de segunda-feira. Já a Madeira mantém-se nesse nível, mesmo após um aumento de casos que fez o arquipélago ser considerada de “risco elevado” na União Europeia.

 

Portugal continental continua na “lista âmbar” de viagens, que guia as recomendações para os turistas e viajantes britânicos.

 

As alterações entram em vigor na segunda-feira, dia 30 de agosto, às 4h00, de acordo com a informação publicada na página do Governo britânico. Desta forma, quem chegar à Inglaterra vindo dos Açores antes desta data, deve ainda seguir as regras da “lista âmbar”.

 

Estas regras “âmbar” indicam que é necessário fazer um teste à Covid-19 nos três dias antes de viajar para a Inglaterra, reservar e pagar por outros testes à chegada e preencher um formulário de localização de passageiros. Se estiver totalmente vacinado, sob um esquema reconhecido no Reino Unido, depois de chegar à Inglaterra, tem de fazer um teste no segundo dia ou antes. Já se não tiver a vacinação completa, tem de fazer quarentena por dez dias e fazer um teste no segundo dia ou antes e no oitavo dia ou depois (se ainda se encontrar no país).

 

Já na lista “verde”, continua a ser necessário fazer um teste antes de ir e depois de chegar à Inglaterra, no segundo dia ou antes. No entanto, não é preciso fazer quarentena, a não ser que o teste à Covid-19 dê positivo.

 

Era esperado que na atualização desta semana a Madeira saísse da “lista verde”, até pela imprensa britânica, mas tal não se verificou. Ainda assim, na página do Governo britânico, consta a nota de que a região está “em risco de passar de verde para âmbar”.

 

Já na Europa, a Madeira passou esta quinta-feira a ser considerada de “risco elevado” nos mapas do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), que servem para auxiliar as decisões sobre viagens na União Europeia.

Partilhar