NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Ministro da Economia afirmou que o Governo vai lançar um concurso de apoio às empresas para projetos de execução rápida com o objetivo de acelerar o investimento, num montante de 175 milhões de euros.

«São projetos para executar no prazo máximo de 12 meses, de investimento na área de inovação, mas que pode ser também na área de marketing ou de gestão para as pequenas e médias empresas, de investimento na área quer da inovação do produto, quer da inovação do processo», referiu Manuel Caldeira Cabral em declarações à Lusa, no passado dia 5 de agosto.

O concurso, integrado no programa do Governo «Acelerador de Investimento Portugal 2020», prevê «uma majoração de 10 pontos percentuais na dotação dos fundos comunitários que será elegível, o que ajudará as empresas com melhores condições».

 

«O que se pretende é que as empresas acelerem e antecipem o investimento que já pretendem fazer na melhoria do seu processo produtivo, oferecendo nós também melhores condições neste aviso», acrescentou o Ministro.

 

Acelerar a retoma do investimento

Caldeira Cabral afirmou que o concurso encerra a 15 de setembro, «para que as empresas comecem ainda antes do final do ano a fazer investimentos e se acelere a retoma do investimento em Portugal».

 

O Ministro referiu que este concurso é dirigido a todo o tipo de empresas, com maior incidência para as que «estão em setores transacionáveis, quer da indústria, quer do turismo».

 

O Governo lançou outros cinco concursos no início desta semana, num total de 160 milhões de euros, e outros concursos em junho, no valor de 450 milhões, o que totaliza já os 785 milhões de euros disponíveis em apoios públicos às empresas, no contexto da atribuição de fundos do Portugal 2020. É «um volume muito grande de concursos para ajudar o relançamento do investimento», disse Caldeira Cabral.

 

Em Portal do Governo

Partilhar