NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) registou, no primeiro semestre de 2020, um aumento de sete por cento nas exportações para o Brasil. Este crescimento motiva uma apresentação do Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA) àquele que é o principal mercado internacional para a região. A iniciativa está agendada para 7 de outubro, às 19h00, nas plataformas online da CVRA.

Na ação vão estar presentes sommeliers e opinion leaders de relevo no mercado sul-americano, como por exemplo Gustavo Pádua, Manoel Beato, Susana Bareli, Ricardo Castillo e Juliana Ventura, bem como representantes de alguns dos maiores meios de comunicação social do Brasil, que terão a oportunidade de conhecer o Programa que pretende colocar a sustentabilidade ambiental, social e económica no centro da produção vitivinícola.
 
João Barroso, coordenador do PSVA, Sandra Alves, enóloga da Quinta do Esporão, Alexandre Relvas, administrador da Casa Relvas e Pedro Baptista, vice-presidente da Fundação Eugénio de Almeida, serão os anfitriões do evento exclusivamente organizado para o mercado brasileiro, que ocupa já o primeiro lugar dos destinos que mais importam vinho alentejano.
 
Os vinhos do Alentejo representam quase 25 por cento de todas as vendas de vinhos portugueses no Brasil e, pela evolução das exportações nos últimos quatro anos, verificámos que vendemos mais e melhor, ou seja, aumentamos em volume e em valor. A apresentação desta nossa iniciativa inovadora vai permitir o estreitar de laços com este público tão importante para a nossa região e dar a conhecer os esforços que estão e que podem ser feitos, também ao nível da vinha e adega, em nome de um futuro mais verde e mais justo”, explica o presidente da CVRA, Francisco Mateus. 
 
Francisco Mateus acredita que o selo de produção sustentável a apresentar, também, contribuirá para um aumento ainda maior das exportações de vinho alentejano para o Brasil.
 
Recorde-se que exportações de vinho alentejano têm vindo a registar um aumento sustentado ao longo dos últimos 5 anos, traduzindo-se num crescimento de 65 por cento em volume e 58 por cento em valor.

Partilhar