NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Entre os aeroportos portugueses geridos pela Vinci Airports, apenas o da Madeira não apresentou crescimento no 3º trimestre do ano. O Porto liderou a subida mas foi Lisboa que registou os números mais elevados, já que, de Junho a Setembro processou mais de 9 milhões de passageiros.

No terceiro trimestre deste ano, passaram pelo Aeroporto de Lisboa 9,190 milhões de passageiros, num aumento homólogo de 7,7%. No acumulado do ano, entre Janeiro e Setembro, o número de passageiros que passou pela Portela ultrapassou os 23,8 milhões, +7% que no mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela Vinci esta sexta-feira e referem também que entre Setembro de 2018 e o mesmo mês deste ano, o aeroporto de Lisboa registou quase 30,6 milhões de passageiros (30,598), num crescimento de 6,4% em termos homólogos.

 

Relativamente aos números do terceiro trimestres, a Vinci justifica o aumento de 7,7% no número de passageiros que passaram pelo Aeroporto Humberto Delgado com a “excelente época turística” vivida por todo o país mas também porque “o aeroporto de Lisboa beneficiou do recente acréscimo de destinos, incluindo uma ligação com Doha operada pela Qatar Airways”.

 

A concessionária dos aeroportos portugueses sublinha ainda que “pela primeira vez, o aeroporto da capital portuguesa serviu mais de 30 milhões de passageiros num período de 12 meses consecutivos”.

 

É, no entanto, o Aeroporto do Porto que lidera os crescimentos: +11,3% para 3,899 milhões de passageiros no 3º trimestre do ano e +10,5% no acumulado do ano tendo de Janeiro a Setembro registado um total de 10,052 milhões de passageiros. Nos últimos 12 meses, de Setembro de 2018 a Setembro deste ano, passaram pelo aeroporto do Porto 12,893 milhões de passageiros, reflectindo um aumento homólogo de 10,6%. Os “investimentos significativos” feitos pela Vinci no Porto, no passado mês de Abril, e “a abertura de uma nova ligação Emirates para o Dubai”, são as justificações dadas para o aumento de passageiros verificado no 3º trimestre.

 

Já no que toca ao Algarve, região turísticas por excelência, o número de passageiros processados durante o 3º trimestre do ano, apenas subiu 2,1% face ao mesmo período do ano passado, fixando-se 3,464 milhões. Mesmo assim, nos primeiros sete meses do ano, passaram por Faro mais de 7,4 milhões de pessoas, +4,5% face ao mesmo período de 2018.

 

Nos Açores também houve crescimentos, mas mais modestos. Entre Julho e Setembro, foram registados 885 mil passageiros, +4,9% que em igual trimestre do ano passado e no que o ano leva já, passageiros foram 1,977 milhões, num aumento homólogo de 6,7%.

 

O único dado dissonante foi registado pelo Aeroporto da Madeira que não registou qualquer crescimento no terceiro trimestre, com 986 mil passageiros, enquanto de Janeiro a Setembro foram 2,617 milhões, número que denotou um ligeiro crescimento de 1,3%.

Partilhar