NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A apresentação ao público das primeiras traduções para árabe de "Os Lusíadas" e "Mensagem" foi o ponto alto das comemorações do 116º aniversário da Livraria Lello, que decorreu entre o Porto e o Dubai.

Duas das obras mais significativas da literatura portuguesa, "Os Lusíadas" e "Mensagem", dispõem finalmente de edições em árabe. A apresentação destes livros, traduzidos por Abdeljelil Larbi, professor de Literatura Árabe no Instituto Universitário de Lisboa, aconteceu nesta quinta-feira de manhã, no dia em que a Livraria Lello celebrou os 116 anos de existência.

 

Na cerimónia de lançamento que teve lugar no Pavilhão de Portugal na Expo Dubai, - com a presença do secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Francisco André, do comissário-geral de Portugal para a Expo 2020 Dubai, Luís Castro Henriques, a administradora da Livraria Lello, Aurora Pedro Pinto, e do embaixador de Portugal nos Emirados Árabes Unidos, Joaquim Moreira de Lemos -, foi enaltecida a importância do projeto.

 

A cerimónia foi acompanhada à distância a partir do Porto, através de ecrãs gigantes colocados na própria Lello. A animação na livraria passou ainda por atuações dos músicos Tiago Bettencourt, Ricardo Ribeiro e Joana Alegre, mas também pela oferta de um exemplar em árabe das célebres obras de Luís de Camões e Fernando Pessoa aos 116 primeiros visitantes da livraria.

Castro Henriques realçou "a excelente ponte entre o mundo português e o árabe" assegurada pelas novas traduções, enquanto a administradora da Lello destacou "o passo audaz" deste projeto, que permite a entrada de duas das obras maiores da cultura portuguesa no mundo árabe, quinto idioma mais falado do Mundo, com 275 milhões de falantes.

"Assumimos o nosso papel em Portugal de livraria que mais exporta a nossa literatura", frisou.

Partilhar