NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Depois de dois meses de confinamento devido à pandemia da COVID-19 que assolou o mundo, a maioria dos países começa a retomar alguma normalidade. No espectro europeu, impera o otimismo sobre os próximos meses com 70% das pessoas a admitir vontade de viajar para o estrangeiro ainda em 2020, um aumento de 23% face ao mês anterior.

As conclusões são de um estudo da  LuggageHero, que tem inquirido mensalmente  os viajantes europeus sobre as suas intenções de viajar em lazer.

 

“Quase metade dos participantes gostaria de viajar para outro país antes de setembro, caso as restrições relativamente à quarentena sejam levantadas, enquanto 26% irá aguardar até ao próximo ano – 6% dessas pessoas disse que apenas o faria caso uma vacina ficasse disponível”, refere a empresa de bagagem.

 

Sobre as deslocações por motivos profissionais, 60% dos participante acredita que terá pelo menos uma viagem de negócios até ao final de 2020.

 

Ir para fora cá dentro

 

No que diz respeito às viagens dentro de portas, entre maio e setembro pelo menos 75% dos inquiridos afirma planear explorar o seu próprio país, quer para viagens mais longas quer para pausas na cidade.

 

Mais de metade dos inquiridos europeus planeia viajar dentro do país nos meses de verão. “Adicionalmente, outros 20% estão tão ansiosos por viajar que se farão à estrada nos primeiros 15 dias após as restrições terem sido levantadas. Por outro lado, 3% afirmaram que não deixariam a sua própria cidade até que uma vacina estivesse disponível. Um grupo semelhante de 3% diz que irá aguardar até que a economia regresse à normalidade, antes de deixar a sua cidade”, acrescenta o comunicado da LuggageHero.

 

Orçamento


Mais de três quartos dos inquiridos afirmaram que o impacto financeiro para o seu agregado familiar foi relativamente pequeno, de 0 a 25%. No entanto, 11% afirmaram que, desde o início da pandemia, o rendimento mensal do seu agregado familiar diminuiu mais de 50%. Surpreendentemente, as expectativas dos viajantes no orçamento de viagens para 2020 parecem melhores no relatório deste mês comparativamente ao mês anterior, quando a LuggageHero colocou a mesma questão. Em maio, 42% afirmaram esperar gastar o mesmo montante previsto anteriormente, e 18% irão diminuir o seu orçamento em apenas 0-20%. Comparativamente, o inquérito de abril mostrou que 36% manteriam o mesmo orçamento de viagens para este ano, ao passo que as diminuições de despesas previstas foram ligeiramente inferiores. Possívelmente os viajantes tenham encontrado algumas soluções financeiras ou se tenham sentido mais receosos nas primeiras fases da quarentena.

Partilhar