NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Galp acaba de anunciar que vai passar a disponibilizar uma nova alternativa para as empresas que procuram reduzir a pegada carbónica das suas frotas, sobretudo nos casos em que a eletrificação não é ainda uma solução prática e competitiva.

O novo Gasóleo Renovável 100% da Galp é descrito pela empresa como um biocombustível de baixa intensidade carbónica, obtido a partir de matérias-primas residuais ou avançadas como óleos alimentares usados e resíduos de gordura animal. A Galp acrescenta que este novo combustível permite uma redução das emissões de CO2 até 90% (ciclo de vida do produto) em comparação com o gasóleo fóssil. A sua utilização em viaturas com motor de combustão interna a diesel é em tudo idêntica à do gasóleo convencional.


A Bosch, movida pela conjugação das vertentes de inovação e sustentabilidade desta nova solução energética, foi o primeiro cliente a aderir, mobilizando a colaboração da TJA, um dos principais operadores logísticos locais da empresa alemã líder no fornecimento de tecnologia e serviços.


A Galp mobilizou recursos para disponibilizar este novo combustível HVO (Hydrotreated Vegetable Oil), obtido através de processos de hidrotratamento de matérias-primas de origem não fóssil, inicialmente nos postos de Matosinhos e Vila Franca de Xira, para clientes empresariais e operadores logísticos com cartão Galp Frota Corporate, ou por entrega direta nas instalações dos clientes. A expansão deste produto nos postos da rede Galp acompanhará as necessidades de procura do mercado.


A Galp tem também em curso a construção de uma nova unidade industrial em Sines para a produção deste tipo de biocombustíveis já a partir do final de 2025. Esta unidade e a instalação de 100MW de eletrolisadores para produção de hidrogénio verde representam um investimento conjunto de €650 milhões. Ambos os projetos são peças-chave na transformação da Refinaria de Sines num centro produtor de energia verde.


De salientar ainda que a Galp foi pioneira, em Portugal, no fornecimento de combustíveis sustentáveis para a aviação (SAF) e para a Marinha (HVO). A empresa dá agora mais um importante passo na descarbonização do transporte rodoviário pesado.

 

Em Imagens de Marca

Partilhar