NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A fornecedora internacional de soluções para a indústria de pagamentos adquiriu a “fintech” de Santa Maria da Feira, que movimentou mais de 611 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano.

Quase duas décadas depois de terem fundado em Santa Maria de Lamas, vila situada na capital mundial da transformação de cortiça, a empresa de pagamentos digitais Ifthenpay, Filipe Moura e Nuno Breda acabam de vender a sua "fintech" à polaca Payten.

 

"Num mundo que é regido pela economia global, fazer parte da família Payten dará à Ifthenpay uma vantagem competitiva acrescida e a oportunidade de expandirmos as nossas soluções de pagamentos digitais para todo o mundo", afirma Nuno Breda, em comunicado.

 

Para Filipe Moura, "a integração da Ifthenpay no grupo Payten é o resultado de quase duas décadas de trabalho árduo, de crescimento contínuo do nosso negócio e do desenvolvimento de soluções de pagamentos que ajudam os nossos clientes a melhorarem os seus negócios".

 

"Encontrámos na Payten o mesmo ADN e a mesma mentalidade que nos regem. Ambos acreditamos fortemente em agregar valor aos negócios dos nossos clientes e em crescermos em conjunto com eles", enfatiza o mesmo co-fundador da empresa feirense.

A Ifthenpay movimentou mais de 611 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, o que representou um crescimento de 24% no volume de pagamentos processados, face ao mesmo período do ano passado, tendo a faturação da empresa registado, nesta primeira metade de 2023, um aumento homólogo de 21% para 2,7 milhões de euros.

A Payten, fornecedora de soluções para a indústria de pagamentos, avança que adquiriu a empresa portuguesa para apoiar o seu crescimento no sul da Europa, mas não revela o valor da operação.

 

"A Payten é especializada no desenvolvimento e na oferta de soluções de pagamento seguras e inovadoras que já estão presentes em 24 países. Estamos muito satisfeitos com a aquisição da Ifthenpay, que nos permite aumentar ainda mais a nossa oferta junto dos comerciantes e clientes finais na região da União Europeia", explica Piotr Jelenski, CEO da empresa de origem polaca.

A Payten faz parte do grupo Asseco, que se apresenta como um dos dez maiores fornecedores de software da Europa e está cotado nas bolsas de Varsóvia e de Telaviv, assim como na norte-americana Nasdaq.

 

Oferecendo "a mais de 45 mil comerciantes em todo o mundo soluções virtuais de POS, de checkout rápido, de pagamentos com um simples clique, de tokenização de cartões, de routing de pagamentos inteligentes, bem como serviços de pagamentos online e soluções de segurança", a Payten integra agora a portuguesa Ifthenpay, que desenvolve e comercializa soluções de pagamento omnicanal integradas com múltiplos ERP, plataformas de comércio eletrónico e software de faturação.

 

Em Jornal de Negócios

Partilhar