NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, inaugura hoje a Feira Internacional de Maputo (Facim), a maior amostra empresarial e de negócios do país, que vai decorrer até 5 de setembro, em formato virtual e presencial, devido à Covid-19.

O diretor da Agência para a Promoção de Investimento e Exportação (APIEX), Gil Bires, disse na sexta-feira que 250 expositores nacionais e 24 países vão marcar presença na edição deste ano da Facim.

 

Bires afirmou que os expositores nacionais vão estar presentes no recinto da feira e os estrangeiros vão participar, virtualmente, através de espaços virtuais que a organização criou para o efeito.

 

"Atendendo à situação criada pela pandemia, 250 expositores nacionais no recinto da feira é um número que se ajusta perfeitamente às circunstâncias", declarou o responsável.

 

Espera-se a visita de 700 pessoas, por dia, ao local, e de 10 mil, por via virtual, acrescentou.

 

Para a prevenção do novo coronavírus, os bilhetes de entrada para os visitantes estão a ser vendidos através de plataformas digitais e os espaços de exposição foram aumentados.

 

"Aumentámos a dimensão dos 'stands', de nove metros quadrados para 18 metros quadrados, cada", explicou.

 

O evento vai decorrer sob o lema "Industrialização, Inovação e Diversificação da Economia".

 

A Facim decorre desde 1974, quando Moçambique ainda era colónia de Portugal, não tendo sido realizada no ano passado devido à pandemia.

Partilhar