NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Setor dos recursos geológicos mobiliza-se para a criação da plataforma de comunicação MINERAL.

As principais instituições ligadas ao setor dos recursos geológicos acabam de assinar um memorando de entendimento para a criação da plataforma MINERAL, que pretende promover uma comunicação mais transparente entre a indústria e as comunidades. A cerimónia decorreu no auditório da sede nacional da Ordem dos Engenheiros, em Lisboa e contou com a presença da Secretária de Estado da Energia e Clima, Ana Fontoura Gouveia.

 

Existe uma responsabilidade do setor por fazer valer os recursos do país. É igualmente essencial a literacia, a comunicação e passar a mensagem para as pessoas. O dia de hoje é o primeiro da MINERAL, mas é um grande passo, que, no meio da diversidade e pluralismo, reforça o setor dos recursos geológicos”, enfatiza Gonçalo Rocha, presidente da Empresa de Desenvolvimento Mineiro (EDM), uma das instituições que constituem a MINERAL.

 

Ana Fontoura Gouveia, Secretária de Estado da Energia e Clima, expressa o seu apoio à MINERAL. “É com verdadeira alegria que me junto a vós, querendo continuar este projeto convosco”, afirma Ana Fontoura Gouveia. “A comunicação agrega e capitaliza os esforços individuais. Deverá haver uma aposta na inovação, com um trabalho proativo, ouvindo, respondendo, perguntando. Existem muitas questões e resultados a explicar, mediante a realizada do dia a dia. Face ao desconhecimento das populações, cabe-nos responder, ouvir e dialogar”, acrescenta.

 

Para Luís Guerreiro, presidente do IAPMEI, também presente no evento, a comunicação é fundamental para o setor dos recursos geológicos. “Desde há muito que digo que Portugal não é um país pequeno, nem em termos de dimensão, nem em termos de riqueza. E temos um subsolo riquíssimo que precisa de ser mapeado e conhecido em maior detalhe. A MINERAL deverá transmitir à nossa sociedade que a indústria extrativa não é um mal maior, mas sim um acréscimo de valor para a nossa economia e produção de riqueza”.

 

Na sessão foram ainda feitas as comunicações de Teresa Burguete, Doutorada em Sociologia Económica e das Organizações pelo ISEG, e atualmente assessora técnica na Tecnoplano, Marta Moreira Marques, Professora Auxiliar na Escola Nacional de Saúde Pública, Universidade NOVA de Lisboa, na área da Ciência Comportamental e Saúde Pública e, Edson Athayde, criativo e publicitário, atualmente CEO da FCB Lisboa, apresentando novas formas de ver e falar sobre comunicação no setor, usando as ciências sociais e neurocomportamentais, bem como a arte de transmitir uma mensagem informada e esclarecida à sociedade.

 

Mais de 80 pessoas assistiram ao evento de apresentação da MINERAL, que se realizou no dia 23 de novembro.

A MINERAL – Plataforma Colaborativa de Comunicação dos Recursos Geológicos é uma iniciativa que quer comunicar a importância dos recursos geológicos para o desenvolvimento sustentável da sociedade e para a concretização da transição energética, digital e climática. Pretende-se também incentivar o aumento da responsabilidade ambiental e social das empresas que atuam neste setor, promovendo a sua descarbonização e a redução da sua pegada ambiental. Espera-se, assim, fomentar o diálogo e a transparência entre a indústria e a sociedade civil.

 

A MINERAL passa a ser constituída, inicialmente, por nove instituições que atuam em diferentes etapas da cadeia de valor do setor dos recursos geológicos, nomeadamente a Associação Cluster Portugal Mineral Resources (ACPMR), a Associação Nacional da Indústria Extrativa e Transformadora (ANIET), a Associação Portuguesa de Geólogos (APG), a Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e Cristalaria (APICER), a Associação Portuguesa da Indústria dos Recursos Minerais (ASSIMAGRA), a Empresa de Desenvolvimento Mineiro (EDM), o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), a Ordem dos Engenheiros (OE) e a Sociedade Geológica de Portugal (SGP).

Partilhar