NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

De acordo com as mais recentes projeções do FMI (World Economic Outlook, April 2021) a economia portuguesa deverá crescer 3,9 por cento em 2021, enquanto o Plano de Estabilidade 2021-2025, apresentado pelo Ministério das Finanças, aponta para um crescimento de 4,0 por cento, após quebra de 7,6 por cento em 2020.

Para as exportações de bens e serviços, o FMI e o Ministério das Finanças preveem crescimentos reais de 10,8 por cento e 8,7 por cento, respetivamente (variação de -18,6 por cento no ano passado).

 

Com base em dados do INE, nos dois primeiros meses deste ano, as exportações e importações nominais de bens diminuíram, em termos homólogos, 3,7 por cento e 13,8 por cento, respetivamente. De notar as quebras nas exportações nacionais para o Reino Unido (-14,5 por cento) e EUA (-11,1 por cento) e o aumento de 0,2 por cento para Espanha.

 

Nos serviços, segundo resultados publicados pelo Banco de Portugal, as exportações e importações nominais portuguesas diminuíram 44,9 por cento e 32,0 por cento em 2021, janeiro a fevereiro. De salientar as quebras de 70,3 por cento das exportações da rubrica Viagens e Turismo e de 73,3 por cento para o Brasil.

 

Consulte os indicadores económicos aqui.

Partilhar