NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Com uma quota de mercado em valor na ordem de 2,1% do total e 2,9% ao nível intracomunitário no ano 2020, a Bélgica é o 8.º principal mercado de destino das exportações portuguesas de têxteis e vestuário.

Ao longo dos últimos anos, o mercado belga evidenciou uma evolução praticamente nula, acumulando uma subida de apenas 0,4% entre 2015 e 2020, apesar do crescimento de 2,6% verificado entre 2019 e 2020. Esta evolução resultou na manutenção da representatividade da Bélgica como mercado de destino, o qual contava com uma proporção de 2,1% em 2015.

No conjunto do primeiro semestre de 2021 as exportações destinadas ao mercado belga evidenciaram uma dinâmica positiva, crescendo 4,3% em comparação com o período homólogo de 2020 e posicionando-se 9,0% acima do verificado em igual período de 2019.


Entre as principais categorias de produtos exportados, o destaque no conjunto na primeira metade do ano 2021 vai para o vestuário e seus acessórios, de malha (capítulo 61), com uma proporção de 45%, sendo também de destacar as exportações de: outros têxteis confecionados (capítulo 63), com uma proporção de 17%; vestuário e seus acessórios, exceto de malha (capítulo 62), com uma proporção de 8%; e pastas, feltros, falsos tecidos e cordoaria (capítulo 56), com uma proporção de 6%.

Partilhar