NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Foi na 11ª edição do prémio da APA, GCI e QUERCUS que o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo foi distinguido nos Green Project Awards.

Estes prémios são uma iniciativa da Agência Portuguesa do Ambiente, GCI (consultora de Public Engagement) e QUERCUS - Associação Nacional de Conservação da Natureza, que premeia projetos de desenvolvimento sustentável em Portugal.

 

Sobre a distinção na categoria de Agricultura e Floresta, dos Green Project Awards, Francisco Mateus, presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), revelou “a menção honrosa recebida vem reforçar a pertinência desta iniciativa que é verdadeiramente revolucionária no âmbito da sustentabilidade do setor vitivinícola português e que este ano assinala o seu 5.º aniversário, contando já com a adesão por parte dos produtores, que correspondem a mais de 40% da área de vinha do Alentejo.”

 

Os Green Project Awards avaliam o impacto ao nível da sustentabilidade ambiental, económica e social, a repercussão no comportamento dos cidadãos, a aplicação de práticas inovadoras e ecoeficientes, a relação custo-benefício e a reprodutibilidade de cada projeto submetido a avaliação. Contam com o apoio de entidades como o Compete 2020, Portugal 2020 e a União Europeia.

 

O Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA) já trouxe benefícios ambientais e económicos a mais de 40% da área total de vinha do Alentejo e foi distinguido pelos Green Project Awards. Este projeto da CVRA permitiu uma redução de custos, o aumento da viabilidade económica dos produtores, a promoção de melhores práticas ao nível da boa gestão da água e da energia, alinhados com as premissas da redução, reutilização e reciclagem, bem como o encorajamento da formação contínua dos colaboradores

 

João Barroso, coordenador do PSVA, “O PSVA foi criado com o objetivo de trazer a produção sustentável como um todo, à produção vitivinícola da região do Alentejo e de Portugal, ao trabalhar de forma transversal e integrada, a atividade económica, o tecido laboral e social, e a envolvente ambiental. Mais do que benefícios ecológicos, trazemos à produção vitivinícola uma visão concertada, que pretende que os mais pequenos e os maiores produtores possam, durante muitos anos, continuar a produzir vinhos de excelente qualidade sem pôr em causa os recursos naturais, a sua viabilidade económica e influenciando, ainda, a mudança de hábitos de cada um dos colaboradores e respetivas famílias”.

 

Esta é já a sétima distinção que o PSVA soma, com destaque para os Prémios Europeus de Promoção Empresarial, uma iniciativa da Comissão Europeia, o título de Embaixador Europeu de Inovação Rural pelo projeto LIAISON ou a “Iniciativa do Ano 2019”, por parte dos Prémios Grandes Escolhas.

Partilhar