NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O presidente do executivo madeirense disse que a retoma no turismo, na região, “não é total” tendo em conta que muitos dos mercados emissores “ainda estão parcialmente encerrados”.

O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, considerou que a retoma está “muito acelerada” no turismo, apesar de muitos mercados emissores ainda estarem “parcialmente encerrados”, alertou o governante.

 

“Estamos com retoma muito acelerada. O mercado inglês abriu há poucas semanas. São mais de 30 mil entradas, nas últimas semanas. O mercado alemão, se tudo correr bem reabre a 2 de agosto”, disse o presidente do executivo madeirense, durante a inauguração de um novo empreendimento de turismo rural, no Paul do Mar.

 

O governante alertou contudo que a retoma no turismo, na região, “não é total” tendo em conta que muitos dos mercados emissores “ainda estão parcialmente encerrados”. Albuquerque reforçou que é preciso levar em conta aquilo que é “a realidade, e não aquilo que desejamos”.

 

Albuquerque sublinhou que a região está a ter uma “retoma no turismo, está a diversificar os mercados”, apesar destes ainda não estarem “totalmente recuperados, e alertou que ainda se está em “plena pandemia”.

 

Madeira deve manter apoios às empresas

 

O presidente do Governo da Madeira considerou que é preciso continuar a apoiar as empresas, “sobretudo as que foram mais afetadas pela pandemia”, entre as quais as empresas turísticas, restauração e conexas, e turístico marítimas.

 

“Vamos analisar e em função dos pedidos e dos números tomamos uma decisão”, salientou.

 

“Sentimos que existe necessidade de continuar a apoiar aquelas que são as entidades fundamentais de criação de emprego, que são as empresas”, afirmou o governante.

Partilhar