NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

De acordo com dados do Banco de Portugal, em novembro de 2021, as exportações de bens e serviços registaram um crescimento de 2,1 por cento face a outubro de 2021, atingindo os 8.399 milhões de euros. Por sua vez, as importações foram de 9.217 milhões de euros.

Em termos de componentes, os Bens representaram 70,2 por cento das exportações totais e 83,7 por cento das importações. Desse modo, os serviços registaram 29,8 por cento e 16,3 por cento daqueles fluxos.

 

Entre janeiro e novembro de 2021, as exportações de bens e serviços ascenderam a 80.666 milhões de euros, contra 68.369 milhões de euros no período homólogo de 2020, ou seja, um aumento de 12.297 milhões de euros. No mesmo período, as Importações totalizaram 85.046 milhões de euros e aumentaram 13.857 milhões de euros.

 

Neste período, Espanha foi o principal destino das nossas exportações com uma quota de 22,9 por cento no total, seguindo-se França (14,1 por cento) e Alemanha (10 por cento). O Reino Unido foi o principal país cliente extracomunitários e o quarto em termos globais, seguindo-se os EUA, Angola e Brasil.  

 

Por tipos de bens e serviços, a rubrica de Viagens e turismo constituiu a principal exportação com uma quota de 11,2 por cento, seguindo-se a rúbrica de Máquinas e Aparelhos (10,4 por cento do total).

 

Nas importações, prevaleceram os bens Máquinas e Aparelhos, Químicos e Combustíveis Minerais. Os serviços mais importados foram os de Outros serviços fornecidos por empresas.

Partilhar