NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Empresa de energias renováveis liderada por João Manso Neto começa a operar em dois novos mercados esta semana, e também está a trabalhar em projetos próprios e em codesenvolvimento na Itália.

A Greenvolt tem na calha cerca de 3,6 GW de projetos de produção de energia renovável solar e eólica em vários mercados internacionais, iniciando operações esta semana na Bulgária e na Roménia, anunciou a empresa num comunicado.

 

Dando conta da sua “rápida expansão em mercados de grande potencial de desenvolvimento”, a companhia liderada por João Manso Neto garante que o escritório de Sófia (Bulgária) está “totalmente operacional” e que conta no país com 200 MW de projetos de energia eólica em desenvolvimento, que adquiriu.

 

“A empresa inicia, de igual forma, esta semana, as suas operações da Roménia, país onde tem planos de desenvolvimento de elevado potencial, com um pipeline de 170 MW em projetos de energia solar e eólica”, avança também na mesma nota.

 

Além destes dois mercados, em Itália, a empresa tem em desenvolvimento “com outros parceiros” projetos de 410 MW em energia solar e eólica. Esta capacidade deverá aumentar para 1,7 GW, tanto em parceria como em desenvolvimento próprio.

 

Esta semana, a Greenvolt foi promovida à montra principal da bolsa de Lisboa, o PSI-20, o que a deixa mais exposta aos investidores internacionais.

 

Em Portugal, a companhia “opera cinco centrais de produção de energia termoelétrica a partir de biomassa florestal, com cerca e 978 MW de potência instalada, e uma central de produção de energia elétrica através de biomassa residual urbana no Reino Unido, com cerca de 42 MW”.

Partilhar