NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As maiores quebras na comparação com outubro de 2020 foram observadas na Alemanha (-2,8%), Letónia (-2,3%) e Irlanda (-1,9%).

As vendas no comércio a retalho aceleraram em outubro na zona euro e União Europeia (UE), com Portugal a registar a segunda maior subida mensal (2,3%), divulga hoje o Eurostat.

 

Face a outubro de 2020, o índice de vendas a retalho aumentou 1,4% na zona euro e 2,3% na EU, e na comparação com setembro a subida foi de, respetivamente, 0,2% e 0,3%.

 

Entre os estados-membros para os quais há dados disponíveis, os maiores aumentos homólogos no volume total do comércio a retalho foram registados na Eslovénia (34,3%), Polónia (12,4%) e Estónia (11,0%).

 

As maiores quebras na comparação com outubro de 2020 foram observadas na Alemanha (-2,8%), Letónia (-2,3%) e Irlanda (-1,9%).

 

Já face a setembro, os maiores aumentos mensais foram observados na Eslovénia (13,0%), Portugal (2,3%) e Dinamarca (2,2%) e as principais diminuições na Letónia (-5,4%), Áustria (-2,8%) e Estónia (-2,6%).

 

Na variação homóloga, as vendas a retalho aceleraram 3,4% em Portugal.

Partilhar