NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

São 12 os projetos liderados por instituições e investigadores portugueses que integram uma lista de 30 projetos ibéricos finalistas do Concurso CaixaResearch de Investigação em Saúde 2021. O financiamento de 7,9 milhões de euros faz desta edição a melhor em termos de resultados para as instituições portuguesas, desde o início do concurso, em 2018.

Cinco destes 12 projetos que serão desenvolvidos durante os próximos 3 anos, são financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) com 2,6 milhões de euros do investimento total. Os projetos portugueses selecionados provêm de centros de investigação e universidades de várias regiões, com destaque para o Instituto de Medicina Molecular (IMM) e o i3S -Instituto de Investigação e Inovação em Saúde, da Universidade do Porto, cada um com três líderes de projetos premiados.

 

Ao abrigo da Iniciativa Ibérica de Investigação e Inovação Biomédica – i4b estabelecida entre a FCT e a Fundação “la Caixa”, o concurso apoia a investigação em neurociências, doenças infeciosas, doenças cardiovasculares e doenças oncológicas, e em projetos transdisciplinares com enfase em investigação translacional e clínica.

 

A colaboração entre as duas instituições já permitiu financiar conjuntamente um total de 29 projetos liderados por instituições portuguesas, promovendo a colaboração entre centros de investigação e universidades ibéricas, num investimento global de cerca de 22 milhões de euros.

 

Entre 28 de setembro e 25 novembro de 2021 irá a decorrer a CaixaResearch Health call para a edição do concurso 2022. O financiamento a projetos selecionados no âmbito deste concurso pode ascender até 500 000 euros, em três anos, para projetos apresentados por uma única organização de investigação, e até 1 000 000 de euros também em três anos, para projetos apresentados por, no mínimo, duas e, no máximo, cinco organizações de investigação.

Partilhar