NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Amazon deixará de vender produtos de plástico descartáveis nas suas lojas virtuais da União Europeia a partir de 21 de dezembro de 2020. A decisão da empresa aplica-se também ao Reino Unido e à Turquia.

Até julho de 2021, data fixada pela diretiva europeia 2019/904, os Estados-Membros devem implementar políticas destinadas a limitar a venda de produtos de plástico descartáveis e promoverem a transição para a economia circular. Assim, a Amazon já se está a adiantar face às medidas previstas para o próximo ano.

 

Deste modo, a partir de 21 de dezembro, produtos plásticos descartáveis, como são exemplo: cotonetes, garfos, facas, colheres, pratos e palhinhas de plástico não serão vendidos no mercado Europeu pela Amazon.

 

Juntando-se ao grupo de itens que não estarão disponíveis na loja online da Amazon encontram-se:

  • Recipientes para alimentos confecionados com poliestireno expandido;
  • Caixas utilizadas para guardar alimentos que se destinam ao consumo, no local ou para levar;
  • Recipientes para bebidas feitos de poliestireno expandido;
  • Rolhas e tampas de plástico;
  • Outros produtos feitos de plástico.

A Amazon informou ainda os seus parceiros para escoarem o stock que tenham armazenado destes produtos, podendo efetuar a sua venda até 20 de dezembro de 2020, ou deslocar o seu inventário para outro local sem qualquer custo adicional.

Partilhar