NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A taxa de desemprego situou-se em 6,3%, menos 0,1 p.p. do que no mês precedente, igual a três meses antes e menos 0,9 p.p. do que um ano antes.

A taxa de desemprego desceu para 6,3% em novembro, depois de se ter cifrado nos 6,4% em outubro, de acordo com os dados divulgados, esta sexta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

 

"A taxa de desemprego situou-se em 6,3%, menos 0,1 p.p. do que no mês precedente, igual a três meses antes e menos 0,9 p.p. do que um ano antes", pode ler-se no relatório do INE. 

 

A população empregada (4.852,8 mil) aumentou 0,3% em relação ao mês anterior, 0,4% relativamente a três meses antes e 3,1% comparativamente a um ano antes. Por outro lado, a população desempregada (326,9 mil) diminuiu 0,8% em relação ao mês precedente e 11,1% relativamente ao mês homólogo de 2020, tendo aumentado 0,6% relativamente a três meses antes.

 

Já a taxa subutilização de trabalho - que inclui a população desempregada, o subemprego de trabalhadores involuntariamente a tempo parcial, os inativos à procura de emprego, mas não disponíveis para trabalhar, e os inativos disponíveis, mas que não procuraram emprego - situou-se em 11,7%, valor idêntico ao do mês precedente e inferior ao de três meses antes (0,6 p.p.) e ao do mês homólogo de 2020 (2,3 p.p.).

 

Os dados do INE revelam ainda que a população ativa (5.179,7 mil) aumentou em relação aos três períodos de comparação: 0,2%, 0,4% e 2,1%, respetivamente outubro e agosto de 2021 e novembro de 2020. 

 

Enquanto isso, a população inativa (2.505,4 mil) diminuiu tanto em relação a outubro de 2021 (0,3%), como a agosto do mesmo ano (0,6%) e a novembro de 2020 (3,7%).

Partilhar