NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Algarve é o “Melhor Destino de Praia do Mundo” de 2020. A região algarvia arrecadou, pela primeira vez, este prémio do World Travel Awards, um galardão que «vem conferir ao Algarve um valor acrescentado inestimável», defendeu João Fernandes, presidente do Turismo do Algarve.

O Algarve recebeu esta distinção na Grande Final dos World Travel Awards, a mais concorrida de sempre, que decorreu em Moscovo, poucas semanas depois de ser eleito o Melhor Destino de Praia da Europa pela sétima vez.

 

«Receber esta dupla distinção é, este ano, mais importante do que nunca, uma vez que, assim que os índices de confiança para viajar começarem a aumentar, os turistas vão querer optar pelos destinos que lhes oferecem as melhores garantias, segundo João Fernandes.

 

«É um orgulho imenso para a região receber, pela primeira vez, este prémio a nível mundial, e também uma enorme responsabilidade, que nos obriga a continuar a trabalhar, de forma constante, para elevar os padrões da oferta turística do nosso destino», acrescentou.

 

O Algarve reuniu «a preferência dos principais líderes da indústria de turismo e viagens de todo o mundo, que votaram para premiar a melhor oferta turística a nível global».

 

A região algarvia foi a vencedora «de uma lista de 18 nomeados, concorrendo, lado a lado, com outros destinos de praia de renome mundial, como as Maldivas, Tailândia, Jamaica, Cancún (México), Miami Beach (EUA) ou Peloponeso (Grécia), entre outros», segundo o Turismo do Algarve.

 

A edição deste ano alcançou um número recorde de votos por parte dos mais importantes profissionais e consumidores de turismo, o que se traduz num indicador promissor.

 

«Apesar dos difíceis desafios com que o setor tem vindo a lidar ao longo deste ano, percebemos que a vontade de viajar permanece, e mais viva do que nunca, o que representa, para as empresas e profissionais desta área, um justo reconhecimento do seu mérito, um sentimento de esperança e um grande incentivo para continuarmos a trabalhar e a acreditar que o turismo vai renascer e voltar ainda mais forte», concluiu João Fernandes.

Partilhar