NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O grupo ETSA, conglomerado industrial responsável pelo desenvolvimento dos negócios de ambiente da Semapa, vai passar a deter 70% do capital da Tribérica.

O grupo ETSA, conglomerado industrial responsável pelo desenvolvimento dos negócios de ambiente da Semapa, comprou uma empresa em Vila Nova de Famalicão que se dedica à produção de embalagens com produtos de origem animal, segundo anunciado esta quinta-feira em comunicado.

 

A ETSA chegou esta quinta-feira a acordo com a Tribérica e vai passar a deter 70% do seu capital.

 

A Tribérica "desenvolve a sua atividade na área da economia circular do setor alimentar, produzindo embalagens naturais provenientes da recolha e da transformação de produtos de origem animal", indica o comunicado.

 

A sustentabilidade e outros valores associados a este empresa foram cruciais para o grupo ETSA apostar nesta aquisição. "Os produtos naturais da Tribérica enquadram-se totalmente na nossa estratégia que, desde há muitos anos, tem vindo a apostar fortemente na economia verde”, disse o diretor executivo da ETSA, Afonso Lobato de Faria, citado na nota.

 

Também o diretor executivo da Tribérica, Paulo Tomaz, elogia a transação pois considera que, assim, a empresa vai "chegar mais longe e fortalecer a expansão do seu negócio”.

Partilhar