NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Em maio existiram 366,4 mil dormidas, na Madeira, enquanto que no mês anterior tinham sido 206,9 mil.

O turismo da Madeira continua na rota do crescimento. Somou 366,4 mil dormidas, em junho, uma melhoria face às 206,9 mil dormidas, registadas em maio, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

 

As dormidas obtidas em junho representam um crescimento de 1.749,2%, face ao período homólogo.

 

Em junho entraram na região 71,6 mil hóspedes, mais 1.027,5% face ao ano anterior.

 

Os dados da DREM referem que se a comparação for feita com junho de 2019, a região apresenta uma quebra de 52,4% nas dormidas e uma descida de 46% nos hóspedes entrados.

 

A DREM refere que as dormidas de residentes em Portugal tiveram um crescimento de 693,6%, face ao ano anterior, para as 141,1 mil, o que representa 38,5% do total.

 

As dormidas de residentes no estrangeiro aumentaram 10.997%, para 225,3 mil.

 

Comparado com junho de 2019 verificou-se uma subida de 21,1% nas dormidas de residente em Portugal, para as 35,6 mil e uma quebra de 65,5% nos residentes no estrangeiro, para as 35,9 mil.

 

Em junho o mercado do Reino Unido teve 44,4 mil dormidas, Alemanha (35 mil), França (25,3 mil).

 

A DREM diz ainda que 42% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram movimento de hóspedes.

Partilhar