NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Fundo Eurion, gerido pela sociedade francesa Corum Investments, passa a contar com quatro imóveis em Portugal. Centro logístico está arrendado à portuguesa Olicargo durante os próximos 19 anos.

A Corum Investments, gestora de fundos de origem francesa, comprou um centro logístico em Famalicão, onde está instalado o centro de distribuição da Olicargo para a zona norte o país. O negócio foi fechado por 26 milhões de euros e a transação envolveu o Corum Eurion, um dos fundos gerido pela Corum Investments, e investidores privados, anunciou em comunicado o grupo francês.

 

O negócio prevê ainda um contrato de arrendamento não renunciável à Olicargo, a empresa de transportes com sede na Trofa que ocupa as instalações do centro de logística desde o final de 2022, por um período de 19 anos, refere ainda o comunicado.

 

O imóvel – localizado a 30 minutos do Porto – conta com uma área total de 67 mil metros quadrados, dos quais cerca de 34 mil metros quadrados de área coberta, onde funcionam 72 cais desnivelados. Tem ainda estacionamento para 185 automóveis ligeiros e 36 pesados.

 

Sobe assim para quatro o portfólio de imóveis em Portugal do Corum Eurion, fundo disponível apenas para investidores profissionais. No início deste ano, o Eurion comprou as instalações da fábrica de eletrolisadores da Fusion Fuel em Benavente por cerca de 10 milhões de euros.

 

Soma-se ainda uma fração no edifício Green Park, em Lisboa, onde está instalada a sede da Unicre, que foi comprada, em 2021, ao Iberia Fund por 6,5 milhões de euros.

 

No Porto, o Eurion investiu 16 milhões de euros na compra de um edifício de escritórios localizado na rua do Heroísmo, onde estão instaladas as tecnológicas Infraspeak, Koerber e Sitel.

 

Mas entre os três fundos geridos pelo grupo francês – Origin, XL e Eurion –, o portfólio da Corum Investments em Portugal passa agora a ser composto por 16 imóveis comerciais e deverá ser alargado. Em abril deste ano, José Gavino, o então diretor-geral da Corum em Portugal, disse ao ECO que a gestora de fundos tinha os olhos postos em “dois ou três” imóveis “fora de Lisboa”.

 

A Corum Investments entrou em Portugal em 2014 e conta com mais de 200 propriedades comerciais em 17 países europeus e no Canadá que agregam um portefólio imobiliário avaliado em mais de 5,5 mil milhões de euros. Na carteira destes fundos, Portugal representa cerca de 1% dos ativos sendo que os 16 imóveis contaram com um investimento que ultrapassa os 100 milhões euros.

 

Em ECO

Partilhar