NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Desde o início desta competição, em 2014, já se candidataram ao ClimateLaunchpad quase 14 mil ideias de negócio de 59 países de todo o mundo.

A startup incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto foi uma das oito escolhidas para participar na final europeia do programa que procura as melhores tecnologias climáticas inovadoras.

 

A Build.ing foi a única empresa portuguesa a participar na final continental do ClimateLaunchPad 2023, a maior competição de tecnologia climática do mundo e acabou por ser uma das oito startups que disputou a final europeia.

 

“Entre as 42 startups, a Build.ing foi um dos oitos projetos empresariais escolhidas para disputar a final europeia da prova – que decorreu a 17 de novembro –, ao apresentar a plataforma online de elaboração de edifícios mais eficientes, na fase de conceção, para a indústria da construção”, detalha a empresa.

 

“Para chegar à derradeira fase, a startup participou na meia-final europeia do ClimateLaunchpad, que contou com 42 empresas de 17 países”, avança a startup.

 

“Para além da Build.ing, foram a concurso, a Simby e a Santa Farm Technology, respetivamente 1.º e 2.º classificados da edição portuguesa da prova”, adianta.

 

“A prestação da Build.ing nesta final europeia torna-se, assim, uma das mais proveitosas de sempre por parte das startups portuguesas que participaram nesta competição mundial, que também se disputou nos continentes africano, asiático e americano”, lê-se no comunicado.

 

A build.ing foca-se na elaboração de edifícios mais eficientes, na fase de conceção, para a indústria da construção.

“A plataforma online de conceção construtiva trabalha de forma integrada as valências arquitetónica e estrutural, utilizando técnicas de Inteligência Artificial, engenharia e arquitetura para a criação de modelos e estudos de desempenho energético com materiais de pegadas ecológicas diversas”, acrescenta.

 

Desde o início desta competição, em 2014, já se candidataram ao ClimateLaunchpad quase 14 mil ideias de negócio de 59 países de todo o mundo.

 

Em Portugal, o programa – que conta com a coordenação da UPTEC desde 2016 – já recebeu mais de 150 candidaturas, apoiou mais de 80 equipas e mais de 180 participantes. Além disso, Portugal conta também com três vencedores internacionais: Pavnext, Eco2blocks e Mudatuga.

 

in Jornal Económico

Partilhar