NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Eurostat revela assim que a economia da zona euro conseguiu escapar à recessão técnica, com uma taxa de crescimento em cadeia de 0%, tendo avançado em termos homólogos 1,1%.

A economia da zona euro estagnou no primeiro trimestre deste ano, evitando a recessão técnica, segundo a atualização de dados feita esta quinta-feira pelo Eurostat.

 

Em junho, o organismo europeu de estatística apontava para uma recessão técnica da economia dos países da moeda única nos primeiros três meses de 2023, ao contrair-se pelo segundo trimestre consecutivo na variação em cadeia.

Segundo esses dados, no primeiro trimestre do ano, o Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro tinha recuado 0,1% na variação em cadeia, a mesma taxa de contração que tinha sido registada nos últimos três meses de 2022.

 

No entanto, na atualização hoje dos dados, o Eurostat revela que a economia da zona euro conseguiu escapar à recessão técnica, com uma taxa de crescimento em cadeia de 0%, tendo avançado em termos homólogos 1,1%.

 

Na União Europeia (UE), o crescimento do PIB foi revisto na variação homóloga de 1% para 1,1% e na variação em cadeia de 0,1% para 0,2%.

Partilhar