NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Primeiro-Ministro português, António Costa, descreveu a interconexão eléctrica entre Portugal e Marrocos como "fundamental", sublinhando que o Reino poderia ser uma alternativa para o abastecimento da Europa.

"A interligação com Marrocos é fundamental. Se conseguirmos produzir energia renovável a partir de fontes solares a um custo inferior, Marrocos, por muitas razões, poderá fazê-lo", disse António Costa durante um debate no Parlamento português, conforme noticiado pelo Jornal Expresso.

 

“Marrocos poderá fornecer a Europa de uma forma significativa", observou o Primeiro-Ministro português, acrescentando que "este é um novo nicho de cooperação com África que podemos e devemos desenvolver para termos segurança energética".

 

Segundo aquele, o seu país "poderia ser uma porta de entrada para energia limpa ou energia de transição limpa de países terceiros". A Europa deve diversificar as suas fontes de energia e já não pode depender da Rússia, Turquia ou Argélia", sublinhou.

Partilhar