NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Norfin, a gigante gestora de investimentos imobiliários do fundo britânico Arrow Global, ainda agora arrancou com a construção do empreendimento Lisbon Heights, localizado numa antiga quinta no Lumiar, e já tem 65% dos apartamentos vendidos.

Apresentado ao mercado no final do ano passado, só agora, em novembro, é que arrancou a construção do Lisbon Heights, empreendimento que colocará no mercado 95 novas casas, das quais 82 apartamentos (de T0 a T4), e 13 moradias (de V1 a V5).

 

Por uma questão de estratégia", só "em janeiro de 2024" é que será lançada a comercialização das moradias, refere a promotora Norfin, a gigante gestora de investimentos imobiliários do fundo britânico Arrow Global, que tem 1,5 mil milhões de euros de ativos sob gestão, em comunicado.

 

Sem revelar os preços das "villas", a Norfin garante que, relativamente aos apartamentos, aquele que se apresenta como "o novo refúgio na cidade" já vendeu 65% das unidades, "estando projetado um investimento total que ultrapassa os 40 milhões de euros".

 

De acordo com a pesquisa efetuada pelo Negócios, os T4 e T1 foram já todos vendidos, assim como muitos T3, T2 e T0. Dos que estão ainda disponíveis, há T3 com preços que oscilam entre os 660 e os 830 mil euros e T2 de 450 a 650 mil. E dois TO, um de 35 metros quadrados a 285 mil euros e outro de 53 metros quadrados a 295 mil euros.

 

"Arrancar a fase de construção com 65% das unidades vendidas deixa-nos muito animados. Trata-se de um projeto diferenciador que será, certamente, mais uma referência na Alta de Lisboa, contribuindo de forma significativa para a contínua expansão e revitalização desta zona da cidade", afirma Henrique Rodrigues da Silva, COO do grupo Norfin.

 

Localizado numa antiga quinta no Lumiar, o condomínio privado Lisbon Heights ocupará uma área de cerca de 20 mil metros quadrados, estando a construção a cargo da Ferreira Build Power, com conclusão prevista para o final de 2025.

 

"O Lisbon Heights destaca-se de outros projetos em Lisboa, desde logo pelos espaços verdes que possui, mas também – e é isso que o torna especial, pela tradicional traça dos edifícios pré-existentes (século XIX) integrada num desenho contemporâneo", enfatiza José Luís Ferreira, manager da Norfin Serviços e responsável pelo projeto.

 

Em Negócios

Partilhar